Psicoterapia

 

A vida é uma jornada, portanto, não é o fim que importa, mas o percurso.

O principal objetivo da Psicoterapia é auxiliar as pessoas a percorrerem esse caminho conectadas ao que verdadeiramente importa para elas, em direção a uma vida que valha a pena ser vivida!

Terapia Cognitivo-Comportamental

A Terapia Cognitivo-Comportamental, também conhecida como TCC, é uma das abordagens de Psicoterapia, cuja eficácia é cientificamente comprovada para diversas condições que causam sofrimento psiquíco.


O principal objetivo da TCC é empoderar o cliente para que ele se torne "seu próprio terapeuta" e possa continuar agindo de maneira eficaz após a alta. Nesse sentido, o processo psicoterapêutico é didático, favorecendo o autoconhecimento e a aprendizagem de técnicas e estratégias para manejar as emoções, regular o próprio comportamento e resolver problemas. 

A TCC parte do princípio de que nossas reações emocionais e comportamentais são produtos da forma como interpretamos as situações que vivenciamos. Nossas interpretações, contudo, raramente se baseiam numa análise completa de todas as evidências. Na maioria das vezes fazemos interpretações distorcidas das situações, com base nas nossas crenças sobre nós mesmos, sobre o mundo e sobre os outros. 

A psicoterapia viabiliza a revisão das crenças (sobre si, os outros e o mundo) e a ressignificação das vivências e experiências. Assim sendo, vai além da mera aplicação de técnicas e estratégias, promovendo uma reflexão profunda sobre si.

  • pessoas que querem se conhecer melhor, rever sua maneira de lidar com as diferentes situações cotidianas;

  • pessoas com dificuldades para resolver problemas no dia a dia (relacionados a organização, planejamento, tomada de decisão e procrastinação);

  • pessoas vivenciando dilemas, necessitando tomar decisões relevantes que envolvam consequências difíceis para suas vidas;

  • pessoas passando por momentos de crise e/ou de mudanças (em diversos âmbitos: casa, trabalho, faculdade, relacionamentos, etc.);

  • pessoas experienciando sofrimento intenso devido ao estresse (em diversos contextos: trabalho, casa, faculdade, etc.);

  • pessoas com dificuldades nos relacionamentos interpessoais e/ou afetivos;

  • pessoas pouco assertivas ou muito agressivas no contato com o outro;

  • pessoas deprimidas;

  • pessoas muito ansiosas;

  • pessoas com comportamento impulsivo e/ou de risco;

  • pessoas irritadiças, que sentem raiva com frequência acentuada;

  • pessoas com diagnóstico de transtorno psiquiátrico (depressão, transtorno de ansiedade generalizada, fobia social, transtorno afetivo bipolar, transtorno obsessivo compulsivo, esquizofrenia, transtorno do espectro autista, dependência química, transtornos de personalidade, entre outros);

  • pessoas vivenciando sofrimento psíquico intenso devido ao diagnóstico de doenças e/ou dores agudas ou crônicas;

  • etc. 

Psicoterapia

A psicoterapia envolve: autoconhecimento, ressignificação e aprendizagem de habilidades.

 

O autoconhecimento permite a compreensão das próprias reações emocionais e comportamentais perante os diversos contextos, além da identificação dos recursos internos para lidar com situações que trazem sofrimento psíquico. 


A ressignificação refere-se à revisão da maneira como as situações vivenciadas são interpretadas, dando novos significados para as experiências, culminando no alívio do sofrimento e na mudança do comportamento.


A aprendizagem de habilidades envolve aprender estratégias eficazes para manejar as próprias emoções e para regular o próprio comportamento perante as circunstâncias. 

O processo de psicoterapia é construído de maneira individualizada para cada cliente de acordo com as suas demandas. 

As principais demandas para psicoterapia são:

Entre em contato

Acompanhe as redes sociais

Inscreva-se!

Para receber atualizações do blog e

informações sobre cursos e palestras

  • Blogger - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle

Preencha o formulário abaixo